• Megafilter Filtros Industriais

Filtros de ar comprimido: Noções básicas de filtragem

Atualizado: Abr 3

Ao encomendar um sistema de ar comprimido é muito importante especificar o nível de purificação do elemento filtrante, pois para que este seja econômico deve atender, mas não exceder, ao nível exigido na sua aplicação.

Noções básicas de filtragem Para remover eficientemente as impurezas, é importante ter bons filtros de ar comprimido, o que incluí a carcaça e o elemento filtrante. O elemento é responsável por remover a maior parte dos contaminantes sólidos e líquidos do ar comprimido. Os elementos filtrantes usam dois tipos de filtragem: a superficial e em profundidade.

Que tipo de filtragem o meu sistema precisa? As empresas de produção modernas precisam de equipamentos de produção caros e complexos para atender à solicitação do mercado. Os equipamentos e máquinas movidos a ar comprimido não valem nada, se a qualidade do ar for má. A inatividade e a falta de confiabilidade não são aceitáveis.


A contaminação do ar comprimido é um problema, que não pode ser ignorado. Mesmo o uso mais simples e básico do ar comprimido requer um tratamento mínimo, incluindo a eliminação de água, óleo e partículas sólidas. Para garantir o máximo desempenho e confiabilidade, o fornecimento de ar limpo, seco e confiável é essencial e mantém uma produção eficiente e econômica. O fator chave no planejamento de um sistema eficiente de ar é conhecer todas as fontes e tipos de contaminantes e os níveis máximos permitidos para certos contaminantes.

O sistema de ar comprimido têm contaminantes de diferentes fontes: - Ar atmosférico, contendo vapor de água, poeira, vapores de óleo e microrganismos. - O compressor gera contaminantes de óleo em fase líquida, aerossol e de vapor. - Os reservatórios/vasos de pressão e os sistemas de distribuição geram corrosão e impurezas.


  1. Pre-filtro para uso geral (Grau B, P, R) Os elementos de pré-filtro são projetados para a remoção eficiente de partículas sólidas e líquidos a granel do ar comprimido. Esse tipo de filtro é geralmente usado como um pré-filtro para o filtro coalescente. Eles são exigidos para os compressores lubrificados e não lubrificados.

  2. Filtros de remoção de óleo (Grau M, S) Os elementos coalescentes são usados para uma remoção altamente eficiente de partículas sólidas, aerossóis de óleo e água do ar comprimido. Os elementos para a remoção de óleo geralmente são feitos de material de coalescência especial à base de fibras de vidro. Esses materiais permitem a formação de gotas de óleo, que são forçadas a sair para o exterior do filtro pelo fluxo de ar. Quando atinge o exterior do material, ele é parado pela espuma porosa que cobre o elemento e depois desce até à parte inferior da carcaça. O óleo é descarregado pelo dreno automático.

  3. Elementos filtrantes de carvão ativado (grau A, A2) Elementos filtrantes de carvão ativado são necessários para aplicações como: mistura com alimentos, produtos farmacêuticos ou outras aplicações similares. Os elementos são projetados para a remoção altamente eficiente de óleo, hidrocarbonetos, vapores e odores do ar comprimido. O carvão ativado é um excelente adsorvente de vapores de óleo e um meio adequado para a purificação do ar comprimido. Ele deve estar na forma granulada fina para gerar uma grande superfície na qual a adsorção pode ocorrer. É essencial que o elemento coalescente seja instalado como um pré-filtro antes do elemento de carvão ativado.

  4. Elementos filtrantes catalisadores (Grau H2) Os elementos filtrantes catalisadores ou de dois estágios são utilizados para uma redução altamente eficiente do monóxido de carbono, bem como das outras substâncias do ar comprimido respirável. No primeiro estágio, o catalisador Hopcalite reduz o nível dessas substâncias e, no segundo estágio, o meio filtrante de fibra intercepta todas as partículas de poeira do Hopcalite. É essencial que um elemento coalescente seja instalado antes do catalisador e que a umidade relativa seja suficientemente baixa.

  5. Elementos filtrantes de peneira molecular (grau MS2) Uma peneira molecular é um material com poros (orifícios muito pequenos) de tamanho uniforme. Esses poros correspondem às dimensões das moléculas pequenas, impedindo a absorção de moléculas grandes e permitindo apenas a passagem de moléculas mais pequenas. Os elementos filtrantes da peneira molecular são usados para separar o vapor de água dos pequenos fluxos de ar comprimido e, portanto, para a secagem do ar. No primeiro estágio, o dessecante absorve o vapor de água e, no segundo estágio, o meio filtrante de fibra intercepta todas as partículas de poeira. O grau de filtragem da peneira molecular é adequado para aplicações no ponto de uso. É importante que o ar de entrada esteja limpo de água líquida e aerossóis de óleo.

  6. Elementos filtrantes estéreis  Os filtros estéreis de ar comprimido eliminam os microrganismos do ar comprimido e são utilizados nos processos e sistemas que exigem a mais alta qualidade de ar. Os elementos esterilizados são feitos de materiais que permitem a esterilização por vapor a alta temperatura.

50 visualizações
MegaFilter

Somos uma empresa criteriosa, com um corpo técnico voltado a buscar soluções inovadoras para processos de filtração e purificação de fluidos.

NAVEGAÇÃO
PESQUISA
CONTATO

R. Silvio Pinto Ribeiro, 1625 – Quississana, São José dos Pinhais

+55 41 3081-3050

+55 41 9233-7967

vendas@megafilter.com.br