• Megafilter Filtros Industriais

Tratamento de ar e outros gases comprimidos

Compressores com qualidade e eficiência energética são importantes, mas sem tratamento de ar adequado não é possível produzir ar comprimido de qualidade. Abaixo estão os princípios básicos da aplicação mais típica do ar comprimido.



1. COMPRESSOR

O princípio básico de funcionamento do compressor é comprimir o ar atmosférico, que depois é usado de acordo com os requisitos. No processo, o ar atmosférico é aspirado através de uma válvula de admissão. Mais e mais, o ar é puxado mecanicamente para dentro de um espaço limitado por meio de um pistão, impulsor ou palheta. Como a quantidade de ar atmosférico puxado é aumentada no tanque de armazenamento, o volume é reduzido e a pressão é aumentada automaticamente. Em termos mais simples, o ar livre ou atmosférico é comprimido após a redução do seu volume e, ao mesmo tempo, aumenta a sua pressão. Existem três tipos principais: compressor alternativo, rotativo e centrífugo.

2. SEPARADOR DE CONDENSADOS CICLÔNICO


Os separadores de condensados ciclônicos usam o movimento centrífugo para forçar a saída de líquidos, como a água, do ar comprimido. A rotação faz com que os condensados se juntem nas paredes do separador centrífugo. Quando os condensados ganham massa suficiente, caiem no fundo do recipiente-separador, onde ficam acumulados no reservatório até serem liberados do sistema pela válvula de boia, de drenagem automática. Eles são instalados após os pós-arrefecedores para removerem a umidade condensada.

3. VASO DE PRESSÃO

O vaso de pressão desempenha um papel muito importante no sistema de ar comprimido:

• Vibrações de amortecimento causadas por compressores alternativos;

• Fornecer um local para que a água e os lubrificantes livres se depositem na corrente de ar comprimido;

• Fornecer ar armazenado em picos de consumo, sem a necessidade de um compressor extra para operar;

• Reduzir as frequências do ciclo de carga / descarga ou arranque / paragem para ajudar os compressores de parafuso a funcionarem com mais eficiência e reduzir o arranque do motor;

• A redução da pressão do sistema muda para permitir um melhor controle do compressor e pressões mais estáveis do sistema.


4. SECADOR DE AR COMPRIMIDO

O ar comprimido que sai do pós-arrefecedor do compressor e do separador de umidade é normalmente mais quente que o ar ambiente e totalmente saturado de umidade. À medida que o ar arrefece, a umidade condensa-se nas linhas de ar comprimido. A umidade excessiva transportada pode resultar em corrosão e contaminação indesejadas no ponto de uso final. Por esse motivo, normalmente é necessário algum tipo de secador de ar. Algumas aplicações de uso final requerem ar muito seco, como sistemas de distribuição de ar comprimido, onde os tubos são expostos às condições de inverno. É necessário secar o ar em pontos de orvalho abaixo das condições ambientais para evitar a acumulação de gelo.

5. DRENO CONDENSADO

São necessários drenos em todos os separadores, filtros, secadores e receptores para remover o condensado líquido do sistema de ar comprimido. Os drenos com falhas podem permitir que os resíduos de umidade fluam a jusante, o que pode sobrecarregar o secador de ar e os equipamentos de uso final.

6. FILTRO DE AR COMPRIMIDO

Os filtros de ar comprimido são usados para a remoção altamente eficiente das partículas sólidas, água, aerossóis de óleo, hidrocarbonetos, odores e vapores dos sistemas de ar comprimido.

Para atingir a qualidade do ar comprimido necessária, é necessário instalar um elemento filtrante apropriado no filtro.



7. TORRE DE CARVÃO ATIVADO

A torre de carvão ativado elimina vapores e odores de hidrocarbonetos do ar comprimido. As torres são preenchidas com adsorvente de carvão ativado que adsorve contaminantes na superfície de seus poros internos. Torres de carvão ativado são usadas em aplicações em que o conteúdo de vapores de óleo precisa ser reduzido ao mínimo. Torres de carvão ativado podem ser incorporadas nos sistemas de ar comprimido existentes, minimizando significativamente os riscos de contaminação.

8. SEPARADOR ÓLEO / ÁGUA

As leis e regulamentos ambientais locais afirmam que o condensado drenado dos sistemas de ar comprimido não pode ser devolvido ao sistema de esgoto devido ao conteúdo do óleo lubrificante do compressor. Os separadores de água / óleo são uma das soluções mais eficazes e económicas.

Usando os filtros oleofilicos e carvão ativado em vários estágios no processo de separação, garante um desempenho excecional e uma operação sem problemas.

9. DISTRIBUIDOR DE CONDENSADOS

O WOS CD destina-se a sistemas em que a quantidade de condensado gerado excede a capacidade do maior separador de óleo de água WOS disponível. O WOS CD pode distribuir uniformemente o condensado coletado até três separadores de óleo de água WOS-35. O WOS CD está equipado com um distribuidor de fluxo na porta de entrada com 8 ligações para mangueira.



10. SISTEMA CENTRAL DE MONITORIZAÇÃO


A qualidade estável do produto, otimização do processo e economia de energia são apenas algumas das razões pelas quais os equipamentos de medição se estão tornando numa parte essencial dos atuais sistemas de ar/ gás comprimido. O tipo e o número de sensores dependem de aplicações específicas, mas os mais comuns que são sensores de pressão, fluxo e ponto de orvalho.



11. POS-REFRIGERADOR

Os pós-refrigeradores do ar arrefecido da série ACA, foram projetados para reduzir a temperatura do ar comprimido e o ponto de orvalho do vapor de água no sistema de ar comprimido. O ventilador axial de alta eficiência força o ar ambiente nos tubos de cobre dos comotadores de calor suportados por aletas de alumínio, o que fornece o efeito de arrefecimento necessário.

O ar comprimido é arrefecido a aproximadamente 10 ° C acima da temperatura ambiente. Os pós-resfriadores da ACA garantem o desempenho e a proteção máxima de todos os equipamentos, como secadores por refrigeração, secadores por adsorção e filtros, posicionados a jusante desta unidade.

12./13. GERADOR DE NITROGÊNIO /OXIGÊNIO

Os geradores extraem o nitrogênio/oxigênio dos outros gases, disponíveis no ar ambiente, aplicando a tecnologia PSA (Pressure Swing Adsorption). Durante o processo de compressão PSA, o ar ambiente limpo é levado a um leito de peneira molecular, que permite que o nitrogênio passe como um produto gasoso, mas adsorve outros gases.


Matéria Original Completa em: https://www.omega-air.pt/noticias/noticias/tratamento-de-ar-e-outros-gases-comprimidos


Linha Completa Para o Tratamento do Ar Comprimido Omega Air




44 visualizações